Governo debate implementação de ferramenta digital para prescrição do receituário azul e amarelo

#PortalEstáEmTudo



A disponibilização de uma ferramenta digital para a prescrição de medicamentos dos receituários azul e amarelo no Rio Grande do Sul foi a proposta debatida na tarde desta quarta-feira (9/12) pela secretária da Saúde, Arita Bergmann, pelo secretário de Planejamento, Governança e Gestão, Cláudio Gastal, e por representantes do Conselho Regional de Medicina (Cremers), do Conselho Regional de Farmácia (CRF) e da Companhia de Processamento de Dados do Rio Grande do Sul (Procergs).


Conforme a diretora do Centro Estadual de Vigilância em Saúde (Cevs), Cynthia Goulart Molina-Bastos, a prescrição dos medicamentos de receituários simples ou controlados já pode ser realizada à distância, pelos profissionais de saúde, no site do Cremers. “Agora queremos possibilitar que medicamentos como os benzodiazepínicos (medicamentos para dormir) ou medicamentos para dores fortes, como a morfina, em pacientes com câncer, também possam ser disponibilizados de forma digital”, afirma.


Segundo a diretora, a ferramenta facilitaria o acesso da população a essas receitas. Cynthia destaca que “parte da população gaúcha que precisa desses remédios está limitada pela notificação da receita azul e amarela apenas em papel”.


A secretária Arita Bergmann disse que “com a implementação desta ferramenta de receituário digital, o governo do Estado dá um salto tecnológico, e é este tipo de avanço social que também temos que entregar aos cidadãos”. Ela saudou o secretário Cláudio Gastal por estar empenhado no projeto e agradeceu pela parceria.


Para dar continuidade ao processo de elaboração e criação da ferramenta digital de receituário azul e amarelo, foi criado um grupo de trabalho com a participação de profissionais do Departamento de Gestão em Tecnologia da Informação (DGTI) da SES, do Escritório de Desenvolvimento de Projetos (EDP), da Procergs, CRF e do Cremers.


FONTE: Estado do Rio Grande do Sul

WhatsApp-icone.png