Estudo aponta 1ª morte por reincidência de Covid-19 no Brasil

#PortalEstáEmTudo



A morte de um farmacêutico sergipano de 44 anos por uma recorrência de Covid-19, no Sergipe, se tornou o primeiro caso documentado do tipo causado pela doença no país.


Não se sabe se trata-se de uma reinfecção ou de uma recidiva (quando o vírus de uma mesma infecção volta a atacar o corpo).


O estudo confirmando o óbito foi publicado por pesquisadores na última sexta-feira (12) no Journal of Infection.


O paciente que morreu atuava em um hospital de urgência de Aracaju e teve o primeiro teste RT-PCR (considerado o padrão ouro de testagem) positivo feito no dia 8 de maio de 2020.


Após nove dias de sintomas leves, ele voltou às suas funções normais. Não houve necessidade de internação. Exato um mês depois, ele voltou a apresentar sintomas de Covid-19.


No dia 13 de junho, ele fez outro teste RT-PCR, que deu positivo. Dessa vez, porém, a doença se apresentou de forma grave: ele foi internado e morreu no dia 2 de julho.


Casos de recidivas de Covid-19, com apresentação de sintomas após o período inicial, são raros, mas já foram descritos pela ciência em vários locais. “Foi em Hong Kong [na China] que teve o primeiro caso documentado; mas esse daqui, em Sergipe, foi antes dele — apenas não havíamos publicado. E o paciente lá não morreu”, afirma.






Com informações do UOL



WhatsApp-icone.png