Duas clínicas de Passo Fundo estão na associação que negocia para ter vacina contra covid-19

#PortalEstáEmTudo



Nesta semana a Associação Brasileira de Clínicas de Vacinas (ABCVAC) anunciou que está negociando com o laboratório indiano Bharat Biotech para ter a vacina contra a covid-19.


O imunizante Covaxin é fabricado pelo laboratório e tem convênio com a Universidade de Oxford e o laboratório AstraZeneca. A intenção é que a ABCVAC adquira cinco milhões de doses para vacinar a população brasileira na rede particular.


Conforme o proprietário da Oficina de Vacinas, Dr. Wilson Vieira Marques, são duas clínicas em Passo Fundo que receberiam as doses caso a negociação avance: a Oficina de Vacinas e a Cia da Vacina. Ambas são associadas a ABCVAC e receberiam as doses.


De acordo com o médico, a intenção das clínicas particulares não é somente ganhar dinheiro na comercialização de vacinas, mas sim ter uma opção a mais para imunizar a população.


Historicamente, a maioria dos imunizantes chegaram primeiro na rede privada para depois ser colocada na rede pública. O que acontece agora é que a disputa pela vacina da covid-19 é tão grande que os laboratórios não estão vendendo as doses para as clínicas.


O laboratório indiano é o único no mundo que está negociando com governos e entidades privadas, por isso a associação busca comprar as doses na Índia. Esta é a primeira vez que a associação realiza a compra de doses para os associados, por conta da concorrência.


Conforme Vieira Marques ainda não existe prazo para que as doses cheguem ao Brasil, pois as fases de testes ainda não terminaram. Além disso, é necessário o aval da Anvisa para que as clínicas possam imunizar os brasileiros.


Em relação ao grupo que será vacinado, o médico ressalta que o governo ainda não definiu nada para rede privada, mas especula-se que os grupos de risco terão prioridade, assim como na rede pública.