Dois assaltantes são mortos após confronto com a Brigada Militar em Passo Fundo

#PortalEstáEmTudo


Na manhã desta sexta-feira (28), um tiroteio na área central de Passo Fundo assustou toda a população e terminou com dois assaltantes mortos.

Segundo informações preliminares, quatro homens assaltaram um escritório que fica em um prédio residencial na rua Lava Pés.

No momento do fato, a Brigada Militar passava próximo ao local e entrou em confronto após ser recebida a tiros pelos assaltantes.


As vítimas do assalto relataram exclusivamente para a Rádio Uirapuru que há dias um carro suspeito circulava na rua Lava Pés, com tripulantes de olho no prédio residencial onde eles moram e tem um escritório.

A família notou essa movimentação estranha e avisou a Brigada Militar, que, após o relato, começou a monitorar a área.

Hoje (28) os bandidos realizaram o assalto a mão armada, invadiram o escritório, renderam quatro pessoas da família e amarraram elas. Após a ação, os assaltantes entraram em dois veículos para fugir e deram de cara com a Brigada Militar.

Houve perseguição e tiroteio, até que os bandidos desceram a rua Saldanha Marinho e perderam o controle de um dos carros, batendo em uma árvore. Neste momento, todos eles tentaram fugir a pé, seguiram atirando contra a polícia e acabaram sendo pegos.

De acordo com relatos preliminares, dois dos assaltantes foram mortos no confronto, outro foi baleado e levado ao hospital e o último foi preso. Nenhum policial ficou ferido.

Testemunhas afirmam que a troca de tiros foi intensa e assustadora. Dois corpos estão caídos no asfalto neste momento e diversas guarnições estão no local.


QUEM SÃO OS ASSALTANTES?

Os dois homens mortos no confronto foram identificados como Iuri dos Santos Rodrigues, de 25 anos, e Leonardo Roberto Peres, de 32 anos. Segundo informações, eles tinham mandados e um deles deveria estar em prisão domiciliar.

O assaltante que foi baleado e levado ao hospital foi identificado como Geriel Leandro Zanella, de 23 anos, e o que foi preso é o Erick Lorenzini de Lima, de 22 anos.

Todos tem extensa ficha criminal.

Fonte: Rádio Uirapuru

WhatsApp-icone.png