Cotriel e mais 29 cooperativas do RS passam a ter a SmartCoop

#PortalEstáEmTudo


Mais do que um projeto de intercooperação, a SmartCoop deve se tornar uma referência para os produtores como ferramenta gerencial, rápida e descomplicada. Por meio da integração com a Rede Técnica Cooperativa (RTC), a plataforma será alimentada com resultados de pesquisa oriundos de diferentes regiões do estado, levando por meio deste ambiente digital soluções para 173 mil produtores cooperados. Segundo o coordenador da RTC, Geomar Corassa, o sistema utiliza diversas formas de inteligência para auxiliar o produtor em tempo real. Estas soluções são essenciais na hora de enfrentar problemas no campo que exigem agilidade. “A informação técnica oriunda da SmartCoop leva consigo muita confiabilidade, porque é gerada pelas próprias cooperativas através da RTC”.


Presente desde o começo do desenvolvimento da ferramenta, o assessor de grãos e fomento da Cotriel, Cristiano Corazza enfatizou uma das funcionalidades da SmartCoop, que é o módulo da propriedade digital: "Este campo que está na plataforma vai oportunizar ao produtor uma melhor organização dos seus processos, serviços e recursos da sua propriedade, como por exemplo, as imagens de satélites que será um excelente instrumento e que mostrará a variabilidade detalhada de cada talhão. Com os mapas gerados periodicamente, para que o nosso produtor possa acompanhar toda a evolução da sua cultura e das suas pastagens, onde poderá, juntamente com seu consultor técnico diagnosticar e tomar as decisões mais assertivas para cada situação.


Trabalhar no desenvolvimento desta plataforma foi um grande desafio profissional, ainda mais respresentando todo o cooperativismo do Rio Grande do Sul. Temos a certeza que este projeto é só o início de muitos outros que vão surgir a partir da intercooperação", finaliza.


Geomar Corassa, diz ainda que será possível entender mais a fundo as necessidades dos produtores, além de quais técnicas vêm trazendo mais ganhos. “Por meio do compartilhamento de informação, será possível fazer melhor, ir além e superar os limites de produtividade”, prevê. Dados relacionados aos melhores manejos, desempenho de cultivares, melhores insumos dentre outros estarão contemplados na SmartCoop.


Uma das ferramentas disponíveis na SmartCoop, cita Corassa, é a previsão de tempo por talhão, algo bem mais preciso do que as tradicionais previsões realizadas por município ou região. “Com a inteligência para cruzar as informações meteorológicas com os manejos da propriedade, o produtor poderá tomar decisões mais assertivas. Sabemos da importância que as informações meteorológicas possuem para os produtores rurais, e por isso, estamos trazendo na SmartCoop o que há de melhor e mais preciso neste quesito”. As imagens de satélite que vão permitir com que os produtores monitorem a saúde dos seus cultivos também são destaque na SmartCoop.


Atuando no projeto desde sua concepção, ele pondera que a plataforma é mais uma forma das cooperativas estarem ao lado do produtor. “Com a SmartCoop, as cooperativas levam até as propriedades muita tecnologia, suporte técnico e informação. A plataforma tornará o elo entre a assistência técnica e o produtor muito mais forte”.


BOX

Entenda como funciona a SmartCoop


- Funciona como uma ferramenta gerencial para o produtor, um local seguro e confiável onde ele poderá usufruir de tecnologias para a sua propriedade, seu cultivos e manejos.


- Permite a programação e o agendamento de manejos, emitindo alertas quando a data programada se aproxima.


- O sistema oferece ao produtor a previsão meteorológica por talhão, permitindo decisões individualizadas, e, consequentemente, manejos mais assertivos.


- A Smartcoop possui ferramentas de inteligência que alertam o produtor sobre a melhor decisão a tomar porque cruza dados de previsão do tempo, condições sanitárias da produção e cultivos de cada talhão.


- Oferece informações relacionadas às condições dos cultivos, por meio do monitoramento das lavouras via imagens de satélite. Com isso, o agricultor pode conferir no celular as alterações na saúde dos seus cultivos, mudanças no vigor das plantas ou problemas pontuais que estão acometendo os talhões.


- Permite que os produtores reportem e armazenem dados relacionados a pragas, doenças, plantas daninhas dentre outros problemas.


- Estabelece um ranking anônimo de produtividade, onde o produtor pode verificar o seu desempenho frente aos demais cooperados;


- Funciona em modo on-line e off-line. Ou seja, quando o produtor está em área sem sinal de internet, o sistema armazena os dados para envio assim que ele estiver conectado novamente.


- A SmartCoop oferece assistência técnica na palma da mão. Os mais de mil técnicos do sistema cooperativo podem interagir com os produtores pela plataforma, realizando o monitoramento e informando a presença de problemas (pragas, doenças, por exemplo) e auxiliando o produtor a tomar a melhor decisão.


- A plataforma usa ferramentas de inteligência e gera indicadores estatísticos que ajudarão o produtor a entender a fundo a eficiência dos seus manejos, seus gargalos de produtividade, contribuindo para uma gestão com mais lucratividade.