Corsan pede que residentes de Espumoso evitem ao máximo o desperdício de água

#PortalEstáEmTudo



A Companhia Riograndense de saneamento, CORSAN, alinhada às ações do Governo do Estado, qualificou seus processos de atendimento visando reduzir os impactos da pandemia do coronavírus no estado.


Vários serviços podem ser solicitados pelos canais digitais: www.corsan.com.br, aplicativo da CORSAN (via celular) ou call center 0800 646 6444 sem sair de casa tais como: Informações de vazamentos, 2ª via de fatura (sem ônus), Parcelamento, alteração de titularidade, solicitação de fatura por e-mail, falta de água entre outros. Precisamos nos adaptar a essa nova realidade onde a tecnologia é inevitável em nossa rotina acelerando e facilitando os trabalhos. Infelizmente, algumas pessoas tem resistência às mudanças, mas, adaptar-se e /ou buscar alternativas, faz-se necessário no cenário atual.


Algumas atividades foram interrompidas em março, mas, retomadas início de outubro: serviço de corte do abastecimento de água por inadimplência e a cobrança do consumo de água aos imóveis inseridos nos programas sociais comprovados junto a CORSAN. Todos os demais serviços desde monitoramento da qualidade e quantidade da água, consertos de vazamentos e melhorias do sistema não cessaram. Ressalto que a CORSAN nunca parou e, sim, intensificou seu trabalho pois, mais do que nunca, se fez e se faz nítida a importância de sua atividade e atuação frente às comunidades devido a água, além de ser vital e proporcionar qualidade de vida, é o recurso mais valioso de prevenção ao vírus através dos cuidados com a higiene.


É oportuno salientar que, devido às altas temperaturas, normal da época, o consumo vem aumentando significativamente e, com isso, nosso sistema vem operando, muitas vezes, 24 horas por dia, sem conseguir acompanhar a demanda fazendo com que imóveis situados na parte mais alta de Espumoso fiquem desabastecidos no final do dia e, tudo isso, devido ao alto consumo dos imóveis localizados na parte mais baixa da cidade (Da Rua Duque de Caxias até Rua Rui Barbosa) abrangendo Bairros Centro, São Jorge, Paraíso, Santa Júlia, Maravalha.


Diante dessa situação solicitamos a toda comunidade, especialmente os moradores dos Bairros citados, que utilizem água evitando ao máximo o desperdício, não enchendo piscinas ou trocando sua água com frequência, lavando carros, casas e calçadas com mangueiras. Que o consumo seja, realmente, de forma consciente e racional para que todos os imóveis possam ter água suficiente em todos os horários do dia, principalmente ao chegar em casa após um dia de trabalho. Que saibamos ser empáticos também diante desta situação uma vez que a água é matéria e matriz da vida.


Fonte: Rádio Planetário