Condutora é presa por embriaguez após colisão que matou motociclista em Soledade

#PortalEstáEmTudo



Uma mulher foi presa, nesta segunda-feira, após se envolver num acidente que causou a morte de um motociclista, Carlos Eduardo Perondi, de 45 anos, morador de Caxias do Sul-RS. em Soledade. Após a colisão, ela fez teste de etilômetro que acusou 13 vezes a quantidade mínima para infração de trânsito.


O acidente ocorreu por volta das 18h, no km 255 da BR 386. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) atendeu uma colisão envolvendo um Renault Duster com placas de Santa Catarina e uma Harley Davidson de Caxias do Sul. O motociclista morreu no local. A condutora do carro, que teve ferimentos leves, foi presa pois dirigia embriagada.


Dentro da Duster, os policiais encontraram latas de cervejas. A condutora, uma catarinense de 43 anos, realizou o teste com o bafômetro, que resultou 0,66 mg/L de álcool. Após análise preliminar da cena do acidente, os policiais concluíram que a Duster, transitando sentido Capital, invadiu a pista contrária e colidiu com a motocicleta, que transitava sentido interior.


Fonte: Rádio Planetário