Colheita de soja se intensifica na região da Cotriel

#PortalEstáEmTudo


Esta semana, a colheita se intensificou nas lavouras da região. O Departamento Técnico da Cotriel estima que a área colhida em toda a região de abrangência da Cooperativa esteja em 60%. A estimativa é de que 100% da safra em toda a área de abrangência seja colhida entre a segunda e a terceira semana de abril. "O início foi marcado por uma falta de chuva no começo do plantio em novembro, sendo que alguns produtores plantaram em dezembro.


Até o início deste mês, as variedades mais tardias estavam resistindo mais as chuvas, mas a exemplo das precoces acabaram também tendo problema de desenvolvimento e enchimento de grãos, devido ao veranico de fevereiro, afetando um pouco a sua produtividade. Desta forma, a pressão por doenças e pragas foi praticamente nula”, enfatizou o Assessor de Grãos e Fomento, Cristiano Corazza.


Produção por hectare será menor em relação ao ano passado


Corazza afirmou que em 2020, a média geral da área de abrangência da Cotriel, que engloba em 12 municípios em que a Cotriel tem suas 17 Unidades de Recebimento um total de 150 mil hectares foi de 27 sacas por hectare. “Este ano, a produção aumentou de forma significativa, pois a quantidade de chuvas, foi melhor que o ano passado e somente em fevereiro é que cerca de 20 dias faltou, baixando um pouco a produção. Estimamos aproximadamente uma média de 55 sacos por hectare este ano na nossa região de abrangência, mas só teremos um valor mais preciso quando a safra estiver finalizada”, pondera.


Recebimento da safra


Segundo o gerente de grãos, Odélcio Leopoldo Hartmann, as culturas de verão soja, arroz e milho representam 88% do recebimento anual da cooperativa ,sendo que a soja é o carro chefe com 80% de participação o trigo com12% o arroz com 5% e o milho com 3%. “ O que assustou um pouco a todos os envolvidos em receber e produzir grãos foram as previsões do clima, mas no decorrer do ciclo das culturas tivemos chuvas na hora certa para o desenvolvimento das culturas de verão . Em 2020, no mês de novembro foram 32 mm e dezembro, 130 mm de chuvas. Já em 2021 a precipitação foi de 213mm em janeiro, 63mm em fevereiro e de 183 mm em março”, destacou.


A qualidade de grãos recebidos até o momento - soja, arroz, milho - é muito boa. “Temos que ressaltar o trabalho conjunto do Detec da Cotriel com o nosso associado que fez os tratos culturais na hora certa e investiu na lavoura. A função da armazenagem é receber bem o produto e manter o grão com a qualidade que chegou do campo , pois somos a Cooperativa que é do produtor e está do lado do associado em todos os momentos”, lembrou.


Hartmann só lamenta os desperdícios no Brasil que começa na colheita e continua no transporte e chega até os armazéns: Tem trabalhos que estimam que essas perdas somadas chegam de 10 a 15% de tudo que é produzido anualmente na agricultura brasileira. Isso tem ser trabalhado melhor por todos nós pois em um momento em que tantas pessoas passam fome, é algo que precisamos refletir e diminuir a fim de que todos os elos do setor agrícola e a população ganhem”, finalizou.


Assista aqui a entrevista




WhatsApp-icone.png